Asmaa Mahfouz é uma ativista egípcia e um dos fundadores do Movimento Juvenil 6 de abril, um grupo de jovens ativistas cujos protestos coordenaram no Egito os primeiros dias da Primavera Árabe.

Asmaa Mahfouz nasceu em 01 de fevereiro  de 1985 . Ela se formou pela Universidade do Cairo com um bacharelado em Administração de Empresas e é um ativista egípcio creditado por ter provocou os protestos que começaram o levante egípcio no Cairo, em janeiro de 2011.

Em 18 de janeiro de 2011 ela postou um vídeo em seu blog em que apelou a todos os egípcios a exigir seus direitos humanos e expressar sua insatisfação com o regime de Hosni Mubarak. Assim que o vídeo chegou ao Youtube, tornou-se viral.

Em seu vídeo, ela anunciou que iria à Praça Tahrir para protestar e encorajou todos a se juntarem a ela. Mahfouz desafiou os egípcios a tomarem as ruas declarando:

“Se você se considera um homem, venha comigo no dia 25 de janeiro. Quem diz que as mulheres não devem ir a protestos porque vão apanhar, dê-lhe alguma honra e masculinidade e venha comigo no dia 25 de janeiro. Quem fala que não vale a pena porque só vai ser um punhado de gente, quero dizer a ele, você é a razão disso, e você é um traidor, assim como o presidente ou qualquer segurança que nos espanca na rua .”

Mais tarde, em 2011, Asmaa Mahfouz foi preso por caluniar os governantes militares egípcios. Ela foi encaminhada a um tribunal militar, o que levou ativistas, como o potencial candidato à presidência, Mohamed Elbaradei, a protestar contra o fato de ela ser acusada em um tribunal militar. Por fim, o Conselho Supremo das Forças Armadas renunciou às acusações e Asmaa foi libertado.

“Não tenho medo, não serei silenciado e continuarei a sair às ruas e a criticar qualquer mal que eu vejo.” – Asmaa Mahfouz

Gostou de conhecer Asmaa?
Lembre de deixar seu comentário aqui

 

 

Saiba mais sobre ela em Teach Mideast